Na toca dos Ratos Letrados!

Um rato dirigindo uma combi vermelha e branca

Ratos estão por toda parte! O Tempo todo!

Farejam... Observam... Escutam... E alguns... São letrados!

Tão ou mais que a maioria dos humanos! São ratos que leem, escrevem, desenham, criam, opinam...

Mas o mais importante é que os Ratos Letrados são exímios perguntadores! E como o que move o mundo são as perguntas e não as respostas, pode-se dizer que são os Ratos que movem o mundo e não os Humanos.

Também há muitos iletrados que movem o mundo! Mas estes Iletrados também são questionadores! Talvez por isso também sejam Letrados... Ao seu próprio modo!

Mas este é um espaço para que os Ratos Letrados falem sobre o que quiserem a partir de seu ponto de vista... Das sombras das tocas, dos porões, dos sótãos, das ruelas, das galerias de esgoto, e de esconderijos nas bibliotecas... Os Ratos Letrados Leem, Escrevem, Questionam e Colocam aqui o resultado de seu exercício Filosófico.

Os Ratos são especialistas em se esgueirar por intermináveis caminhos que se truncam formando os mais vertiginosos labirintos.

Os Ratos Letrados fazem a mesma coisa; vagueiam pelos intermináveis labirintos do pensamento.

Então se você é Humano, uma advertência: Cuidado para não perder o caminho de volta após entrar na toca dos Ratos Letrados.

Se você é um Rato Letrado, divirta-se lendo, escrevendo, concordando, discordando...

Enfim...

Deixando seus próprios rastros na toca dos Ratos Letrados!

Comentários

Populares

Personagens femininas, uma lista

Poema O Ogro Montês

Os Demônios de Ergatan: Uma verdade além da névoa da fantasia

Minha foto
Éder S.P.V. Gonçalves
Oz, São Paulo, Brazil
Em uma cabana na montanha vive um monstro. A criatura selvagem é um ficcionista perigoso; escreve poema, romance e também conto. Em tom sério (e às vezes também com humor) fala sobre fantasia, mistério e terror. Mil hobbys ele tem; até desenvolvedor de jogos, podcaster e programador. De vez em quando se veste de humano e anda por cidades cinzentas só para saber como é viver em um cenário de horror. Este é um perigoso Ideário, pois é o caderno de anotações de um monstro polimático.