Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2018

Crônicas de um Atuor Independente: Novidades de Fim de Ano

Imagem
Para as minhas amigas e amigos; que se dispuseram a enveredar pelas desérticas terras do Oeste de Hudan, as minhas mais sinceras saudações.   Há tempos que não trago notícias daquele planeta longínquo e que, à esse despeito, é tão parecido com o terceiro planetinha do sistema Solar: a Terra. Falo, como bem se lembram, de Bars. Agradeço a todos que acompanharam os " Rumores " deste meu projeto literário e que eu chamei, por mais de dois anos, de " Saga Rumores ". Mas o fato é que o projeto já não é mais um rumor; é agora um plano concreto, plano este chamado de Caotéia , ou a " Teia do Caos ".   Mas calma, isso não significa que abandonei as minhas ideias iniciais ou que estou abandonando alguma coisa que já escrevi a respeito do mundo de Bars. É justamente o contrário que está ocorrendo: a mudança de nome tem o objetivo de permitir abarcar um maior numero de assuntos nesta saga literária; o que é essencial para poder retratar um mundo tão vasto quanto o qu

Boa noite, Brasil

Imagem
Não é difícil manifestar-se politicamente; basta assumir um lado e alardear qualquer informação que tenha à mão como quem joga facas para o alto. Escolha uma das camisas: a azul ou a vermelha, suba no ringue e desfira golpes até ver o seu oponente nocauteado e esparramado na lona. Isto é politica; fazer prevalecer um lado sobre o outro. Fazer o mais forte sobrepujar o mais fraco.   Fazendo isso, você não só deixa de ser um alienado, como também estará cumprindo seu dever cívico com dignidade...     Será mesmo?   Claro que não! Este pensamento não poderia estar mais equivocado. E quem assim se comporta está sendo irresponsável; para dizer o minimo.   Já que eu comecei a dar a minha opinião politica, neste momento tão tenso que o país está vivendo, vou tentar fazer uma reflexão sem ofender ninguém, deixando claro aqui o que eu considero estar em jogo no dia 28 próximo...   Manifestar-se politicamente é muito mais que xingar desbaratadamente aqueles que escolheram o lado oposto. É muito m

Boa noite, Londres. — Trecho da Graphic Novel V de Vingança

Imagem
Abaixo faço a transcrição de uma da Graphic Novel V de Vingança — apesar de a mensagem ser a mesma do filme, a construção é completamente diferente. Meu objetivo com essa transcrição é demonstrar a minha posição politica em diversos aspectos — por exemplo, demonstrando que tipo de regime politico não desejo para o Brasil. 23 de Fevereiro de 1998. Horário nobre. Boa noite, Londres! Acho que é hora de conversarmos. Estão todos confortáveis? Então eu começarei... Imagino que você esteja se perguntando por que foi chamado aqui esta noite. Sabe, não estou inteiramente satisfeito com seu desempenho nos últimos tempos. Receio que seu trabalho tenha decaído muito e... ...Bem, estamos pensando seriamente em demitir você. Claro... Eu sei que está na empresa faz muito tempo. Quase... Deixe ver... Quase dez mil anos! Deus do céu! O tempo voa, não? Até parece que foi ontem... Eu me lembro do dia em que você começou no emprego, balançando nas árvores, ainda jovem e muito nervoso, com um osso na mão

Boa noite, Londres. — Trecho do Filme V de Vingança

Imagem
Abaixo faço a transcrição de uma cena do filme V de Vingança. Meu objetivo com essa transcrição é demonstrar a minha posição politica em diversos aspectos — por exemplo, demonstrando que tipo de regime politico não desejo para o Brasil.       Boa noite, Londres.   Permitam que eu peça desculpas pela interrupção. Eu, como muitos de vocês, aprecio o conforto da rotina diária, a segurança familiar, a tranquilidade da repetição. Gosto delas como qualquer outro. Mas, no espírito da comemoração — onde importantes eventos do passado, geralmente associados a morte de alguém ou ao final de uma guerra sangrenta, são comemorados como um belo feriado —, eu pensei em marcar este cinco de novembro. Um dia que infelizmente não é mais lembrado, tomando um pouco do tempo de suas vidas diárias para sentar e conversar. Existem, é claro, aqueles que não querem que falemos. Suspeito que ordens estejam sendo gritadas, e homens com armas já se ponham a caminho. Por que? Porquê enquanto a violência for usada
Minha foto
Éder S.P.V. Gonçalves
Oz, São Paulo, Brazil
Em uma cabana na montanha vive um monstro. A criatura selvagem é um ficcionista perigoso; escreve poema, romance e também conto. Em tom sério (e às vezes também com humor) fala sobre fantasia, mistério e terror. Mil hobbys ele tem; até desenvolvedor de jogos, podcaster e programador. De vez em quando se veste de humano e anda por cidades cinzentas só para saber como é viver em um cenário de horror. Este é um perigoso Ideário, pois é o caderno de anotações de um monstro polimático.